Abertura da Barra do Rio Grande e a política econômica do Castilhismo

Abertura da Barra do Rio Grande e a política econômica do Castilhismo
Autor: Miguel Frederico do Espírito Santo
Formato: Brochura
Disponibilidade: Em Estoque
ISBN: 9788575170847
Preço: R$ 17,00
Qtd:     - OU -   Lista de Desejos
Comparar

A especificidade deste trabalho começa no interesse do autor por um aspecto da relação estado-sociedade, com o intervencionismo na economia. Sem dúvida alguma, foi o primeiro trabalho dedicado pontualmente ao estudo da prática intervencionista e da formação dos monopólios estatais. Numa época em que a maior parte da historiografia brasileira acreditava que o estado na Primeira República fora profundamente liberal, o autor mostrou o quanto já se evidenciavam práticas interventoras que contradiziam o bordão clássico do laissez-faire. Dentre as contribuições originais oferecidas por este livro está ainda o estudo do papel do capital estrangeiro no desenvolvimento capitalista no RS, bem como dos conflitos e complementaridades estabelecidas com o capital regional e o capital público.

Esta obra procurou avançar no esforço de contextualização da economia gaúcha no cenário nacional e internacional nos últimos anos do século XIX e nos primeiros anos do século XX. Ganha espaço nesta obra, as relações econômicas do Brasil com o Uruguai, conferindo-lhe a condição de marco para a historiografia, vez a maior parte das pesquisas e dos livros que então se produziam pouco atentavam para a inserção econômica do RS no Prata.

Ano: 2004

Edição: 2ª

Editora: EST Edições

Idioma: Português

Páginas: 120

Papel: Ofício

Est Editora © 2019