História da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul

História da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul
Autor: Loraine Slomp Giron
Formato: Brochura
Disponibilidade: Em Estoque
ISBN: 9788575170182
Preço: R$ 30,00
Qtd:     - OU -   Lista de Desejos
Comparar

A formação das colônias imperiais, provinciais e particulares, a partir de 1824, com fim específico de acolher imigrações europeias, com o mesmo destino, mas com diferentes experiências de organização social e religiosa fez com que fossem se constituindo comunidades, depois municípios, com características semelhantes e diversas, segundo a situação geográfica, o desenvolvimento das culturas agrícolas, artesanais, industriais e religiosas, o que está sobejamente demonstrado nesta obra. Sentir a necessidade do resgate da própria identidade, entendendo suas próprias razões faz com que as diversidades étnicas sejam razão de enriquecimento e unidade social, fazendo das etnicidades elementos fundamentais da brasilidade, sem xenofobismos.

As professoras autoras, historiando cada uma das colônias, mostrando sua evolução e afirmação, colocam as bases para as novas gerações se entenderam como parte da história, compreendendo, ao mesmo tempo, as razões das próprias ânsias na busca das próprias raízes, como cidadãos italianos por direito de sangue, e cidadãos brasileiros por direito de solo. Esta obra tem a pretensão de contribuir para a historiografia da imigração, pelo fato de trazer à tona os aspectos que marcaram a ocupação no Estado, as diferenças entre as colônias oficiais e as particulares, a economia promovida pelos imigrantes italianos a partir da sua chegada no Estado, a influência da política e as ações dela derivadas na estrutura do Estado, dos partidos e da sociedade, bem como aspectos da cultura que marcaram a história do RS.

O estudo contextualiza o processo de ocupação sobretudo do nordeste do RS pelos imigrantes italianos na história do Estado, apontando as diferenças na ocupação das fronteiras e do litoral dos diversos períodos históricos. A pesquisa elucida questões oriundas da distribuição de terras e distingue a formação das colônias oficiais das particulares nos períodos do Império e da República.

Est Editora © 2018