A EDITORA

A empresa gaúcha EST Edições foi fundada em 31 de janeiro de 1974 pelo Frei Capuchinho Rovílio Costa, nascido na cidade de Veranópolis - RS em 20 de agosto de 1934. Era licenciado em Filosofia e Pedagogia, mestre em Educação e livre-docente em Antropologia Cultural. Foi professor da faculdade de Educação da UFRGS, diretor da Escola Superior de Teologia São Lourenço de Brindes, em Porto Alegre, e também professor nesta instituição. Trabalhou como Vigário Paroquial nos municípios de Ipê e Antônio Prado e exerceu a mesma função nas paróquias da Sagrada Família e Igreja Maronita Nossa Senhora do Líbano em Porto Alegre.

Frei Rovílio foi integrante do Instituto Histórico de São Leopoldo, da Academia Rio-Grandense de Letras e da Academia Brasileira de Jornalismo. Era cidadão italiano e Ufficiale dell'Ordine al Merito della Repubblica Italiana. No Estado, destacou-se pela atuação na Penitenciária Estadual do Jacuí e no Presídio Central de Porto Alegre, desempenhando as funções de coordenador de grupos e de organizador de atividades sociais, religiosas e culturais. Faleceu em Porto Alegre no dia 13 de junho de 2009.

Frei Rovílio atuou como diretor da EST Edições durante 35 anos, e sempre afirmou: “deixei de escrever meu grande livro para ajudar muitos autores a escrever o seu pequeno grande livro”. Mas, mesmo orientando e ajudando esses autores, ele encontrou tempo suficiente para escrever as suas mais de três dezenas de títulos, de temas variados como psicologia, religião, comportamento, antropologia, imigrações europeias, genealogia e comunicação.

Desde o lançamento dos primeiros títulos, a EST Edições continua com o seu significado original.  EST é uma palavra latina, na terceira pessoa do singular do verbo Ser, que significa “aquilo que é”, ou seja, “a realidade na sua concretude”, e é também uma sigla, significando Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana. Sua marca está presente em mais de 2600 títulos, que envolveram mais de três mil autores cujas obras estão espalhadas no Brasil e no exterior.

Sua linha editorial é priorizar estudos referentes à história, a política e às etnias que constituem a realidade do estado do Rio Grande do Sul. O foco se dá no resgate das origens, genealogias, culturas e dialetos, relacionados às imigrações judaica, polonesa, italiana, alemã, açoriana, portuguesa, africana etc e as populações indígenas do solo gaúcho.

                                                              

Est Editora © 2017