Comunidades Indígenas, Brasileiras, Polonesas e Italianas no Rio Grande do Sul

Comunidades Indígenas, Brasileiras, Polonesas e Italianas no Rio Grande do Sul
Autor: Frei Bernardin D’Apremont e Bruno de Gillonnay
Formato: Brochura
Disponibilidade: Em Estoque
ISBN:
Preço: R$ 48,00
Qtd:     - OU -   Lista de Desejos
Comparar

Esta obra serve de subsídio-fonte ao estudo da Vida e da História do Rio Grande do Sul e contribui de maneira mais significativa para o estudo da Imigração e Colonização no Estado. Ela só esta sendo colocada ao alcance do pesquisador brasileiro porque teve uma licença especial da Cúria Geral dos Capuchinhos, em Roma, que permitiu que tal fato acontecesse e visa incentivar a pesquisa, principalmente histórico-antropológica. A segunda parte compõe-se do relatório de Bruno de Gillonnay sobre os primeiros vinte e cinco anos de atividades dos Capuchinhos Franceses no RS.

Frei Bruno sempre preocupado em conhecer a realidade sul rio-grandense, publicou, a partir de 1900, um seriado de reportagens sobre essa realidade na revista francesa Rosier. Tais reportagens em grande parte, foram aproveitadas por Bernardin D’Apremont, em seu relatório. Os assuntos inseridos nesta obra foram: missão dos religiosos franceses nas colônias do RS; Missão dos Capuchinhos franceses junto aos poloneses, brasileiros e indígenas; Italica Gens, uma nova visão distorcida da imigração italiana no RS; Organização religiosa das colônias italianas; paróquias das colônias italianas; A educação nas comunidades italianas; Provações e dificuldades missionárias; Vocações sacerdotais e religiosas nas colônias italianas dentre outros.

Ano: 1976

Edição: 1ª

Editoras: EST Edições e UCS

Idioma: Português

Páginas: 268

Papel: Ofício

Est Editora © 2022