Significantes e a Insistência do Sentido

Significantes e a Insistência do Sentido
Autor: Lígia Cademartori Magalhães
Formato: Brochura
Disponibilidade: Em Estoque
ISBN:
Preço: R$ 20,00
Qtd:     - OU -   Lista de Desejos
Comparar

Este trabalho limita-se a averiguar a contribuição de Jacques Lacan, psicanalista francês, à Teoria da Literatura, quando propõe que o significante é semanticamente carregado e não um suporte do significado, conforme a concepção linguística. Ao longo do estudo é explicado a lacaniana “a linguagem que fala o homem”, tendo em vista, sempre, o discurso literário, pois independente das manifestações do próprio Lacan, transcendido, ele mesmo, por seu discurso, a ordem do símbolo, neutralizando escritor e leitor num discurso que ostenta suas próprias leis, oferece fundamentos para que a literatura seja pensada como um discurso inconsciente.

É, portanto uma dissertação teórica, preocupada, em esclarecer o conceito e a abrangência do significante em uma teoria, que reformula a visão dos elementos constituintes do signo linguístico. O exercício de análise literária na terceira parte é apenas uma demonstração da viabilidade de uma análise lacaniana do discurso literário. A primeira parte apresenta uma análise da parábola da carta roubada, procura explicitar o papel do significante consciente na teoria de Lacan. A segunda centra-se no significante inconsciente como uma combinatória e a terceira considera o significante em sua transcrição cultural.

Est Editora © 2022